Versos Dispersos

Versos Dispersos

Edições Colibri

12/2019

212

Mole

Português

9789896899165

5 dias

A vida é uma ilusão | e nisso a minha se traduz | Vivendo na escuridão | e sendo o José da Luz.

Não me venham com cantigas
I Não me venham com cantigas | Ai dessas de embalar | o meu coração ainda bate | e está livre para amar
II Ó raparigas do meu tempo | Desse tempo do passado | Onde o amor era proibido | e dar um beijo era pecado
III Agora o amor é livre | Tão livre como o pensamento | Ama-se aqui e ali | e ama-se fora de tempo
IV Mudam-se os tempos e as vontades | Anda tudo em mudança | Como é linda a liberdade | Amar e ter esperança

Assunto não disponível.